05-03-13

Enxergar o indivíduo por ele mesmo e não pelo filtro de sua deficiência é o primeiro passo que a indústria Fashion deveria dar rumo, a uma mudança inclusiva.

A maneira como nos vestimos é a forma de expressão de nós mesmos, onde mostramos a nossa personalidade, como gostaríamos de ser vistos ou como nos vemos. Através disso, construímos a nossa identidade. Você pode ser hippie, chic, funk, clássica, etc. Mas o fundamental nisso tudo é como nos sentimos. A moda é liberdade de expressão, é onde você brinca de ser o que quiser, desde que se sinta bem. O ponto chave é esse: sentir-se bem.

Fashion Inclusivo
Fashion Inclusivo

A confiança de quando estamos na nossa zona de conforto é o que nos torna mais fortes.

WeAdapt - Portugal
WeAdapt – Portugal

Gosto de me sentir bem e, na verdade, sinto-me assim o “tempo todo”: confiante para fazer fotos, desfilar na passarela, dançar ou realizar qualquer que seja a atividade. A moda é meu dia a dia, adoro essa brincadeira. Somente gostaria que neste jogo pudéssemos também nos divertir mais.

Maquiagem
Maquiagem

Afinal, se hoje o mercado Fashion já evoluiu tanto a ponto de incluir com igualdade negros, brancos, amarelos, baixos, altos, homens, mulheres e crianças, eu me pergunto: até quando vamos ficar de fora dessa festa?

http://www.youtube.com/watch?v=mOT1rI3tryk&feature=share&list=UUjU-DrLAXXCxsXUwzBzVGww

Tina Descolada

Sam

x

Mercado da Moda X Inclusāo
Tagged on:                     

Deixe seu comentário e me ajude a divulgar no Facebook! Obrigada minha gente!!!!

One thought on “Mercado da Moda X Inclusāo

  • June 6, 2013 at 8:47 pm
    Permalink

    Ótimo post <3 tbm quero entrar nessa festa…

    Reply

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *