Olá pessoal, hoje falarei sobre o Mel, aquela geléia deliciosa docinha que muitos adoram, a mesma fortalece nosso sistema imune, auxilia no processo de digestão e também atua no funcionamento do intestino porque tem enzimas que estimulam os movimentos intestinais. O mel é o único alimento doce que contém proteínas e sais minerais, como potássio e magnésio, que são importantes para a saúde. É considerado um alimento anti-séptico, antioxidante, anti-reumático, bactericida, diurético, digestivo, expectorante e calmante.

Mas cuidado, apesar de toda essa riqueza de nutricional deve ser consumido sem exageros, o mel engorda porque ele é doce e tem quase as mesmas calorias do açúcar branco, por isso, o consumo em grandes quantidades pode engordar e não deve ser consumido por diabéticos.  No Brasil, a ANVISA, “Agência Nacional de Vigilância Sanitária”, não recomenda a ingestão por crianças abaixo de um ano de idade, por perigo de contaminação por esporos do bacilo “Clostridium botulinum”, responsáveis pelo botulismo.

mel

Você sabia que existem vários tipos de mel e que o sabor, aroma e a cor do mel variam de acordo com as floradas? E que alguns benefícios do mel podem ser mais fortes em determinados tipos do que em outros. Confira os principais tipos de mel consumidos no Brasil:

Mel silvestre: Este é o mais ingerido no Brasil e é proveniente de diversas flores. É considerado interessante para a pele, vias respiratórias, tem efeito antioxidante e propriedades calmantes.

Mel de flor de eucalipto: Possui um sabor mais forte e coloração escura. É interessante para o tratamento auxiliar e alivio de infecções intestinais, vias urinárias e doenças respiratórias.

Mel de assa-peixe: Possui aroma e sabor agradáveis e possui efeito calmante e expectorante.

Mel de flor de laranjeira: Conta com sabor suave e regula a função intestinal e tem efeito calmante.

Mel de cipó-uva: possui ação antioxidante, especialmente no fígado, por isso pode ajudar a diminuir os efeitos do álcool.

Não estranhe se o seu mel açucarar, mel líquido ou cristalizado não tem diferença, tanto um quanto outro conservam o mesmo valor nutritivo e terapêutico, o que pode fazer o mel puro cristalizar e a variação de temperatura e humidade do ar.

As veganos não consumem mel por se tratar de um produto criado pelas abelhas para sua própria alimentação, e como o mel produzido por apicultores é feito em caixas, acaba por se tornar um processo sofrido que vai de contra o movimento vegano. Seres humanos podem substituir o mel por melado de cana, melado de beterraba, agave azul, tâmara, etc.

Espero que tenhamos esclarecido um pouco mais sobre este assunto.. Beijo grande Sam X

Fonte Parcial: http://apiariopinhalzinho.com.br/pages/cristalizacao –  www.anda.jor.br/13/12/2013/mel-abelhas-veganos-nao-consomem – www.tuasaude.com/beneficios-do-mel/ –  www.minhavida.com.br/alimentacao/tudo-sobre/17132-mel-o-alimento-aliado-do-intestino  –  http://vista-se.com.br/mel-relato-de-um-ex-apicultor-brasileiro-sobre-a-crueldade-envolvida-na-producao

Mel- cuidados que se deve tomar e seus benefícios.

Deixe seu comentário e me ajude a divulgar no Facebook! Obrigada minha gente!!!!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *